Mudanças entre as edições de "Academia Adventista de Arte (ACARTE)"

De wikiasd
Ir para: navegação, pesquisa
(Criando Verbete)
 
(Criando Verbete)
Linha 1: Linha 1:
 
== Localização ==
 
== Localização ==
 
Localizada na Estrada de Itapecerica, 22901, Km 23, São Paulo, SP, a instituição pertence à UNASP campus 1 (Antigo IAE/SP).
 
Localizada na Estrada de Itapecerica, 22901, Km 23, São Paulo, SP, a instituição pertence à UNASP campus 1 (Antigo IAE/SP).
 +
 +
== Histórico ==
  
 
Segundo as instruções bíblicas dadas às escolas dos profetas, a UNASP inclui, desde a sua fundação, a música em seu currículo. O Prof. Paulo Hennig, primeiro docente da instituição, além de dar aulas de canto, formou um coral de 20 componentes. Havia então, na escola, apenas três harmônios.
 
Segundo as instruções bíblicas dadas às escolas dos profetas, a UNASP inclui, desde a sua fundação, a música em seu currículo. O Prof. Paulo Hennig, primeiro docente da instituição, além de dar aulas de canto, formou um coral de 20 componentes. Havia então, na escola, apenas três harmônios.
Linha 22: Linha 24:
 
Sete anos mais tarde, o CMA passou a chamar-se  Academia Adventista de Arte (Acarte), oferecendo diversos cursos, tais como: piano, violino, viola, violoncelo, clarineta, trompa, trombone, trompete, sax, flauta, marimba, percussão e musicalização infantil; e havendo também corais para as diversas faixas etárias: “Pequenos Cantores da Colina” para alunos de 1ª a 4ª série do I Grau (atual Ensino Fundamental), “Coral Juvenil” para os alunos de 5ª a 8ª série; “Coral Jovem” para alunos do II Grau (atual Ensino Médio) e “Coral Carlos Gomes” para alunos das faculdades, além da orquestra e da banda que sempre abrilhantaram as programações cívicas, sociais, e principalmente as religiosas.
 
Sete anos mais tarde, o CMA passou a chamar-se  Academia Adventista de Arte (Acarte), oferecendo diversos cursos, tais como: piano, violino, viola, violoncelo, clarineta, trompa, trombone, trompete, sax, flauta, marimba, percussão e musicalização infantil; e havendo também corais para as diversas faixas etárias: “Pequenos Cantores da Colina” para alunos de 1ª a 4ª série do I Grau (atual Ensino Fundamental), “Coral Juvenil” para os alunos de 5ª a 8ª série; “Coral Jovem” para alunos do II Grau (atual Ensino Médio) e “Coral Carlos Gomes” para alunos das faculdades, além da orquestra e da banda que sempre abrilhantaram as programações cívicas, sociais, e principalmente as religiosas.
  
O Colégio sempre teve Departamento de Música, mesmo sem ter um prédio exclusivo para isso, e seus primeiros professores foram: Paulo Hennig - Canto (1915-1920); Sra. Margarida M. Steen - Órgão (1919-1927); Sra. Gladys Taylor - Piano (1919); Alma Meyer Bergold - Piano e Órgão (1922-1931); Anna Mascarenhas - Piano (1924); Sra. Arabella Moor - Piano (1928-1934); Antonieta Grandmaison - Piano (1935); Theone Wheeler - Piano (1941); Maria de Falco de Brito - Piano (1942-1943); Werner Weber - Violino (1942-1944); Alice Schwantes - Piano (1944-1945); Walton Brown - Música (1945); Nair Villela Lima - Piano (1946-1947); Charles Pierce - Piano e Canto (1952-1955).
+
== Professores ==
 +
 
 +
O Colégio sempre teve Departamento de Música, mesmo sem ter um prédio exclusivo para isso, e seus primeiros professores foram:  
 +
Paulo Hennig - Canto (1915-1920);  
 +
Sra. Margarida M. Steen - Órgão (1919-1927);  
 +
Sra. Gladys Taylor - Piano (1919);  
 +
Alma Meyer Bergold - Piano e Órgão (1922-1931);  
 +
Anna Mascarenhas - Piano (1924);  
 +
Sra. Arabella Moor - Piano (1928-1934);  
 +
Antonieta Grandmaison - Piano (1935);  
 +
Theone Wheeler - Piano (1941);  
 +
Maria de Falco de Brito - Piano (1942-1943);  
 +
Werner Weber - Violino (1942-1944);  
 +
Alice Schwantes - Piano (1944-1945);  
 +
Walton Brown - Música (1945);  
 +
Nair Villela Lima - Piano (1946-1947);  
 +
Charles Pierce - Piano e Canto (1952-1955).
  
 
== Diretores ==
 
== Diretores ==
  
Diretores: Dean Friedrich (1956-1957); Walter Nelson (1958); Flávio Araújo Garcia (1959-1974); Tércio Simon (1975-1976); Williams Costa Júnior (1977-1978); Oly Ferreira Pinto (1979-1983); Renato Gross (1984); Jaime Daniel (1985-1996); Rubens César Tavares (1997-   ).
+
Dean Friedrich (1956-1957);  
 +
Walter Nelson (1958);  
 +
Flávio Araújo Garcia (1959-1974);  
 +
Tércio Simon (1975-1976);  
 +
Williams Costa Júnior (1977-1978);  
 +
Oly Ferreira Pinto (1979-1983);  
 +
Renato Gross (1984);  
 +
Jaime Daniel (1985-1996);  
 +
Rubens César Tavares (1997-   ).
 +
 
 +
=== Diretores  Artísticos ===
  
Diretores  Artísticos: Williams Costa Júnior (1979-1981); Wanderson Paiva (1986); Turíbio José de Burgo (1987-  ).
+
Williams Costa Júnior (1979-1981);  
 +
Wanderson Paiva (1986);  
 +
Turíbio José de Burgo (1987-  ).
  
 
== Bibliografia ==
 
== Bibliografia ==
  
 
Informações fornecidas por Lóide R. Simon e Turíbio José de Burgo.
 
Informações fornecidas por Lóide R. Simon e Turíbio José de Burgo.

Edição das 11h08min de 27 de agosto de 2013

Localização

Localizada na Estrada de Itapecerica, 22901, Km 23, São Paulo, SP, a instituição pertence à UNASP campus 1 (Antigo IAE/SP).

Histórico

Segundo as instruções bíblicas dadas às escolas dos profetas, a UNASP inclui, desde a sua fundação, a música em seu currículo. O Prof. Paulo Hennig, primeiro docente da instituição, além de dar aulas de canto, formou um coral de 20 componentes. Havia então, na escola, apenas três harmônios.

Em 1918, a professora Margarida Steen veio reforçar o departamento, e trouxe o primeiro piano ao campus, sendo a primeira professora do instrumento.

A aluna Isolina Avelino (Waldvogel) escreveu, no ano seguinte, a letra para o primeiro hino da escola "Minha Escola", com a música do hino de uma escola americana. O objetivo principal do ensino de música era ensinar os hinos para serem cantados com capricho e exatidão, auxiliando o trabalho de evangelismo.

Em 1923, a família Steen retornou aos Estados Unidos, e a direção do departamento de Música, bem como as aulas de piano ficaram sob a responsabilidade da senhora Arabela Moors. Dez anos depois, o Prof. Flávio Monteiro introduziu o ensino do violino e, neste mesmo ano, organizou-se o primeiro conjunto de cordas.

Com a vinda do Prof. Walter Wheeler, em 1939, o departamento teve novo impulso para o progresso. Com a música do Colégio Adventista de Illinois e letra da professora Ruth Oberg Guimarães, foi instituído o hino oficial do colégio "Meu IAE " mais tarde revisado pela professora Ruth e pelo professor Siegfried J. Schwantes. Depois de seis anos, começaram a surgir os quartetos masculinos e conjuntos femininos. O primeiro quarteto do antigo IAE foi chamado “Quarteto Harmonia”, formado por Rubens Dias, Cláudio Belz, José A. Torres e Rodolfo Gorski. No ano de 1948, o Prof. Wheeler retornou à sua pátria deixando com o departamento de música um farto repertório de coral e um hinário com músicas especiais "Coros Celestes".

Até o ano de 1953, ainda não havia um lugar fixo para o departamento de música. Os alunos estudavam na capela, no refeitório ou em casa de professores que possuíam piano. Ao vagar uma residência, resolveram instalar o departamento de música ali. Três anos mais tarde, com a doação da família Schwantes, o departamento passou a ter sede própria. A inauguração do prédio, que passou a ser o Conservatório Musical Adventista (CMA), com 126 alunos, deu-se em 3 de abril de 1956, às 13h15min.

Sete anos depois, o CMA adquiriu um órgão eletrônico, um passo bastante significativo, e sua cerimônia de inauguração contou com a presença do grande maestro e organista Ângelo Camim, que em 1973, comemorou o 10o aniversário do orgão com um magnífico recital oferecido à comunidade do IAE.

Em 1967, o CMA foi agraciado com a doação de instrumentos de iniciação musi­cal “Carl Orff”, e posteriormente, com os tímpanos doados pela República Federal Alemã, recebendo no ato da entrega a honrosa visita do cônsul que acolheu a gratidão da escola, ouvindo, em alemão, o hino de sua pátria.

Os cursos de música foram oficializados em 1966. Dois anos depois, formou-se a primeira turma de músicos: Ana Maria F. Santos Nascimento (piano), Dilza Ferraz A. Garcia e Eunice M. Garcia (canto). Em 1973, formou-se a orquestra chamada Pedagógica, composta quase exclusivamente de flautas doces, sob a regência do Prof. Gérson Gorski Damaceno.

Sete anos mais tarde, o CMA passou a chamar-se Academia Adventista de Arte (Acarte), oferecendo diversos cursos, tais como: piano, violino, viola, violoncelo, clarineta, trompa, trombone, trompete, sax, flauta, marimba, percussão e musicalização infantil; e havendo também corais para as diversas faixas etárias: “Pequenos Cantores da Colina” para alunos de 1ª a 4ª série do I Grau (atual Ensino Fundamental), “Coral Juvenil” para os alunos de 5ª a 8ª série; “Coral Jovem” para alunos do II Grau (atual Ensino Médio) e “Coral Carlos Gomes” para alunos das faculdades, além da orquestra e da banda que sempre abrilhantaram as programações cívicas, sociais, e principalmente as religiosas.

Professores

O Colégio sempre teve Departamento de Música, mesmo sem ter um prédio exclusivo para isso, e seus primeiros professores foram: Paulo Hennig - Canto (1915-1920); Sra. Margarida M. Steen - Órgão (1919-1927); Sra. Gladys Taylor - Piano (1919); Alma Meyer Bergold - Piano e Órgão (1922-1931); Anna Mascarenhas - Piano (1924); Sra. Arabella Moor - Piano (1928-1934); Antonieta Grandmaison - Piano (1935); Theone Wheeler - Piano (1941); Maria de Falco de Brito - Piano (1942-1943); Werner Weber - Violino (1942-1944); Alice Schwantes - Piano (1944-1945); Walton Brown - Música (1945); Nair Villela Lima - Piano (1946-1947); Charles Pierce - Piano e Canto (1952-1955).

Diretores

Dean Friedrich (1956-1957); Walter Nelson (1958); Flávio Araújo Garcia (1959-1974); Tércio Simon (1975-1976); Williams Costa Júnior (1977-1978); Oly Ferreira Pinto (1979-1983); Renato Gross (1984); Jaime Daniel (1985-1996); Rubens César Tavares (1997- ).

Diretores Artísticos

Williams Costa Júnior (1979-1981); Wanderson Paiva (1986); Turíbio José de Burgo (1987- ).

Bibliografia

Informações fornecidas por Lóide R. Simon e Turíbio José de Burgo.