David Hort

De wikiasd
Ir para: navegação, pesquisa
David Hort
Foto de David Hort
Nome completo David Hort
Nascimento 1833 (187 anos)
Alemanha
Morte 1894
Nacionalidade Alemão
Cônjuge Anna Dorothea Von Stalnburg
Filho(s) German, Carl e Adolfo
Ocupação Negócios
Religião Luterano

DAVID HORT (1833-1894). Patrono da Igreja Adventista do Brasil. Mineiro e comerciante. Nasceu na Alemanha em 1833. Trabalhou como mineiro na Alemanha.

Em 1869 imigrou para o Brasil com a sua família, em uma viagem de 91 dias em um navio à vela. Trouxe consigo a esposa Anna Dorothea Von Stalnburg (1834-1918), com a filha de Anna (Maria, nascida em 1859); e dois filhos, de David com Anna: German Hort(nascido em 1861) e Carl Hort (nascido em 1863).

David Hort também teve mais um filho no Brasil: Georg Friedrich Adolf Hort; conhecido como Adolfo Hort (1871-1944). Adolfo foi um dos pioneiros da Igreja Adventista do Sétimo dia. Sendo um missionário dedicado e um dos primeiros líderes da igreja. Também foi o primeiro tesoureiro da Associação Catarinense (1911) e membro do Corpo Executivo da primeira União da IASD no Brasil (1912).

David Estabeleceu-se como comerciante, dono de um armazém, no Bairro Dom Joaquim, Rua do Cedro, 729, em Brusque - SC. Por volta de 1880, revistas adventistas começaram a ser enviadas dos Estados Unidos para a venda do Sr. David. Como David não se interessou pela literatura, utilizou o material para embrulhar as vendas. Desta forma, possibilitou durante vários anos, a propagação da mensagem adventista através de literaturas e periódicos religiosos em alemão, tais como as revistas: “Stimme der Warheit’ (A Voz da Verdade), “Prophetischer Erklärer"(Guia Profético), “Herold der Wharheit”(Arauto da Verdade), "Christlicher Hausfreund" (Amigo do Lar Cristão), e livros como: “Gedanken Über das Buch Daniel” (Comentário Sobre o Livro de Daniel).

Ainda hoje se encontra o antigo casarão de David, muito visitado, por ser considerado um monumento histórico ou memorial da esperança. Sendo assim, David Hort passou a ser considerado como um Patrono da Igreja Adventista no Brasil e um dos Pioneiros dessa Esperança.

David Hort não se tornou um membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, tal como muitas pessoas o fizeram através da literatura que foi disseminada em seu comércio. Porém, após falecer, a esposa e o filho Adolfo foram batizados, em dos primeiros batismos da Igreja Adventista no Brasil, em 1896.

David faleceu em 1894, aos 61 anos de idade e foi sepultado no Cemitério da Comunidade Luterana em Brusque - SC. Sua esposa foi sepultada no Cemitério da Comunidade Adventista em Jaraguá do Sul - SC, em 1918, aos 84 anos.

Curiosamente a palavra Hort, em alemão significa rocha, refúgio, fortaleza e salvação; o que combina com esta mensagem de fé e esperança em meio a este mundo de incertezas.

BIBLIOGRAFIA: Borges, Michelson; A Chegada do Adventismo ao Brasil. CPB 2006; 100 anos de Fé, Pioneirismo e Missão, Associação Catarinense da IASD 2007; “Pegadas dos Pioneiros”, Revista Adventista, dezembro, 1956; Primórdios do Adventismo no Brasil História da Igreja. Alberto R. Timm, Revista Adventista, janeiro de 2005, 13; Depoimentos de descendentes, colaboração de Emir Schmitt (tataraneto de David Hort), setembro de 2013.