Lanchas Missionárias no Brasil

De wikiasd
Revisão de 09h18min de 9 de setembro de 2013 por Hanna Lelis (discussão | contribs) (Criou página com '== Sobre == As lanchas missionárias são utilizadas para a prestação de serviços aos que moram na beira dos rios e lugares de difícil acesso. Elas são equipadas para at...')

(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

Sobre

As lanchas missionárias são utilizadas para a prestação de serviços aos que moram na beira dos rios e lugares de difícil acesso. Elas são equipadas para atendimento médico e odontológico, contando também com a presença de um pastor Adventista para dar assistência espiritual às famílias.

As duas lanchas mais novas são a Luzeiro XX e Luzeiro XXII penetrando 6 novos municípios do Amazonas. A Luzeiro XX é uma lancha de dois andares e a Luzeiro XXII tem o formato de arca com amplas condições de atendimento médico, dentário, raio X, laboratório, enfermaria e vários leitos.

A Assistência Social Adventista (ASA) mantém nos principais rios do Território Nacional, 21 lanchas ambulatórios assistenciais, atendendo as populações ribeirinhas, aplicando medicina preventiva, curativa e educativa. Cada barco atende em média 20.000 pessoas por ano em consultas, medicamentos e tratamentos. As lanchas do Projeto de Integracão e Serviço da Mocidade Adventista (PRISMA), trabalham com uma equipe de estudantes em diversas áreas especializadas. É um serviço voluntário.

Este trabalho teve seu início em 1927 com a chegada de Hans G. Mayer Brachert. Idealizou construir a primeira lancha missionária do Brasil a “Ulm am Donau” que significa “A Margem do Danúbio”. Hans Mayr era um missionário de sustento próprio. Ele colportava e sua esposa vendia aventais a fim de conseguir recursos para construir a lancha.

A segunda lancha foi chamada de “Mensageira”. Leo Blair Halliwell foi o primeiro missionário chamado pela Obra Adventista para trabalhar nos rios do Brasil. Iniciou seu ministério no Rio Amazonas em 1931. No dia 4 de julho de 1931, recebeu a lancha Luzeiro I, assim chamada por sua esposa Jessie Halliwell. A Luzeiro I foi projetada pelo próprio Leo Blair Halliwell. Media 11 metros de comprimento por 3,5 de largura, clínica, consultório e sala pastoral. Em seu primeiro dia de trabalho, medicaram 300 pessoas.

Em 1958, Leo e Jessie Halliwell entregaram o comando da Luzeiro I para Walter e Olga Streithorst. Luzeiro I - 1931 (Rio Amazonas); Luminar- 1946 (Rio São Francisco); Samaritana - 1955 (Rio Ribeira); Luzeiro V 17/03.1961; Luzeiro do Sul - 1963 (Baía de Paranaguá); Luzeiro d'Oeste - 1972 (Mato Grosso e Mato Grosso do Sul); Luzeiro Paulista - 1981; Luminar V- 1983.

Em 1967, a União Norte-Brasileira da IASD recebeu a doação de um avião anfíbio para as atividades assistenciais realizadas pelas lanchas. Este avião recebeu o nome de “Leo Halliwell”.


Bibliografia

Renato Oliveira, “Assistência Social Adventista no Brasil”, IAE/SP, 1984; Paulo Roberto Vieira, “As Lanchas no Brasil”, IAE/SP, 1986; Marcos Bueno Silva, “Pioneiros na Obra Médico-Missionária e sua Lanchas”, IAE/SP, 1990.